0

Pra Rir Um Pouco

Por Mães Que Agem

Essa Mafalda é sensacional!

mafalda

Bom final de semana!

2

Lencinhos Removedores de Esmalte

Por Carol

Não sei vocês, mas eu detesto usar acetona para tirar o esmalte. Acho que resseca a unha, mancha todo o dedo, me dá a maior gastura! Na maioria das vezes, acabo tirando o meu esmalte descascando ele, sabem?

Pra resolver esse póbrema, já viram aqueles lencinhos removedores de esmalte que vende em farmácia? Baratinho, e funciona, minha gente!

O produto consiste em uma pequena embalagem com cerca de 30 lencinhos removedores. Não sei bem qual o “princípio ativo” do produto, mas o lenço tem um óleo que retira o esmalte sem usar acetona. Os dedos ficam todos oleosos, mas o esmalte sai! Pra tirar por completo o esmalte das duas mãos, utilizo em média 5 lencinhos! De quebra, você ainda hidrata de leve as cutículas!

Lenços

Apesar de não ter aqueeela agilidade que uma acetona tem na hora de remover o esmalte, os lencinhos cumprem o que prometem, gastando um pouquinho mais de tempo, dinheiro e paciência. Além disso, são ótimos pra deixar na bolsa e ajudar numa emergência! Já testei os da Océane (que só não curti muito o cheiro doce) e os da Ricca, e não vi diferença entre eles! Recomendo os dois!!

2

Esmalte da Semana

Por Carol

Faz tempo, eu sei, mas a correria tá grande e as unhas tão ficando pra trás. Mas essa semana fiz. Brega, mas fiz.

Entrando no clima das manifestações copa das confederações, fiz essa unha mega brega patriota verde com filha única amarela. Odiei tanto, mas tanto, que me esforçarei MUITO pra conseguir mantê-la até a final, domingo. Oremos.

Brasil

Agora tchau que não aguento mais olhar pra esse esmalte. Mas você aí, não fecha não! Vai ler os outros posts, divulgar o blog prazamigas e tudo mais!

Beijo!

Atualizando: gente, dei uma desbarangada nas unhas! Peguei um verdinho pastel e passei por cima do verde brega e deu uma melhorada. Não tá um primor, mas dá pra agüentar até domingo agora!!

20130626-170007.jpg

1

Aftas e muita dó – Estomatite em crianças

Por Tarsila

Quer coisa mais incômoda do que afta? É pior do que pedra no sapato!

Samuel estava que reclamava de dor do beiço pelo lado interno. Fui lá e vi um micro pontinho esbranquiçado. Expliquei que era afta e que doía mesmo. O pai passou um sabão no menino dizendo que aquilo era por conta da grande quantidade de doce que comera no final de semana. Foram duas festinhas seguidas. A mãe aqui defendeu, disse que não tinha visto-o comer nenhum brigadeiro. Devia estar sentindo tanto incômodo que nem vontade de comer guloseima teve.

Aftas-300x267

No outro dia, além de reclamar de dor, começou a babar muito e falar meio enrolado. Como pedir para ver a boca era um sacrifício, deixei para lá e só consegui que abrisse a boca e colocasse a língua para fora à noite. Ele estava numa irritação só. Quando consegui olhar, vi que a bochecha e língua estavam metralhadas pelas aftas. Meu Deus! Na hora associei com estomatite. Uma amiga do Rio tinha acabado de me contar o perrengue que passou com a filhinha de 1 ano e 4 meses por conta das feridas na boca.

O que eu fiz? Corri para o Google e pesquisei sobre a doença. Só tínhamos opções para amenizar dor e acelerar a cicatrização. Passei a mão no celular e mandei uma mensagem para a amiga já descolada na doença. Ela tratou com pomadinha Mud e spray anestésico chamado Hexodine, esse último é apenas para crianças acima de 3 anos. Além de me recomendar não oferecer alimentos ácidos. Mandei mensagem para o pediatra que confirmou o procedimento.

Além de irritadas, as crianças sentem muita dificuldade para se alimentarem, o que tira qualquer mãe da “casinha”. As aftas podem aparecer pelo lado interno das bochechas, gengivas, língua, céu da boca e garganta. Até para engolir líquidos incomoda. É muito importante manter as crianças hidratadas e oferecer alimentos mais pastosos e frios.

Ok, mas como “pega” essa estomatite? Ela é na verdade uma infecção viral. Pode ser o vírus da herpes tipo 1, HSV-1, que a maioria das pessoas carregam desde a primeira infância, ou o vírus coxsackie. Então, é bom não mandar as crianças para escola para evitar passar para os coleguinhas. É comum dar febre e as lesões duram 1 semana ou mais.

Qual foi o saldo disso? Samuel com um quilinho a menos e um primo contaminado. Sábado, minha prima reclamou que o irmão não estava comendo. Suspeitei da estomatite, contei o caso do Samuel e com muito jeitinho conseguimos ver a boquinha dele que estava toda feridinha. Passei o nome dos remédios para ela que de imediato foi comprá-los. Dá muita pena ver as crianças sentindo tamanho incômodo.

2

Fortalecedor de Unhas Mavala Scientifique

Por Carol

Eu nunca tive problema com minhas unhas. Pelo contrário, sempre tive o maior cuidado do mundo com elas, que sempre foram fortes e muito compridas. Nunca tive problema com unha quebrando, escamando, descascando e sei lá mais o que. E também nunca precisei usar nenhum fortificante pra elas crescerem saudáveis.

Isso acabou quando descobri minha alergia a esmaltes, há uns 2 anos. Depois, piorou na gravidez, aquela história de unhas mega fortes na gravidez não existiu pra mim.

Depois de tentar muita coisa, foi digitando algo como “fortalecedor de unhas” no Google que conheci o Mavala Scientifique Nail Hardener. Li uma centena de depoimentos de mulheres que já tinha usado e aprovado o produto, e não li sequer uma avaliação negativa. Então não pensei duas vezes, comecei a caçar o bendito e comprei no mesmo dia.

20110927-110931.jpg

O preço do bichinho não é pequeno. Cerca de R$50,00 em um vidrinho de 5ml com aplicador tipo pincel de esmalte (só que bem fino e pequeno), e mais caro ainda se você quiser o modelo “caneta”, que facilita a aplicação. Eu fiquei com o vidrinho mesmo. Comprei pela Nikkey Cosméticos, loja de São Paulo e antiga Nissey Cosméticos. Peguei uma linda promoção e paguei 30 e poucos reais, mas com o frete a compra ficou quase nos 50 reais originais. Chegou rápido e sem problemas.

20110927-111324.jpg

O uso recomendado é de uma a duas vezes na semana, até que as unhas adquiram força novamente. Depois, passa-se a usar apenas uma a duas vezes no mês, só pra manter. A aplicação exige uma certa cautela – há um aviso na bula dizendo que o contato com a pele e cutículas é proibido, porque o produto endurece a pele medo, e que caso isso ocorra a área em contato deve ser limpa imediatamente. Pra não dar a menor chance desse troço encostar nas minhas lindas e hidratadas cutículas, passei com precisão cirúrgica, e como manda a bula: do meio da unha até as pontas, deixando secar por um minuto. Depois de algumas aplicações vi que não tem nada de absurdo e passo uma vez por semana sem medo de ser feliz.

É como passar um pincel embebido em álcool nas unhas. O produto é líquido, fino e “evapora” rápido. Não tem cor (apesar de alguns comentários na internet dizerem que ele amarela as unhas) e o cheiro é levemente incômodo. Uma informação importante: o produto contém formaldeído, que costuma causar alergia! “Ué, Carol, mas não é você que é alérgica a essas coisas?”. É, sou eu sim. Só que eu quis ser valente e testar mesmo assim, em busca das minhas unhas de volta, já que nunca foi comprovado que minha alergia seja especificamente a formaldeído, tolueno e dpb… isso só foi deduzido pelo simples fato de que se uso um esmalte com o trio tóxico, tenho alergia, se uso um sem, não tenho alergia. Como uso o produto há um ano e meio e não morri não aconteceu nada… vamos que vamos!

Eu senti muita diferença nas minhas unhas. Parece que o fortalecimento é imediato, é passar e ter unhas mais duras. Psicológico? Como eu disse, uso uma vez por semana, sempre que estou sem esmalte pras unhas respirarem, e amo. Não vivo mais sem! Abaixo, uma montagem de fotos de quando comecei a usar o produto, pra vocês verem como ajudou!

evolucao mavala

1 – 18 de julho – unhas compridas, vida feliz.

2 – 3 de agosto – unhas curtíssimas, depois de várias terem quebrado

3 – 15 de agosto – quase nenhum crescimento

4 – 5 de setembro – um mês depois de terem sido cortadas, quase nenhum crescimento

5 – 4 de outubro – dois meses depois, unhas ainda muito curtas. Comecei a usar o Mavalinha!

6 – 30 de outubro – um mês usando Mavala. Unhas lindas de novo!

Ou seja, em um mês tratando as unhas com o Mavala Scientifique, minhas unhas cresceram mais que o triplo do que cresceram nos dois meses anteriores! As unhas estão muito  mais fortes, e quando um rachadinho começa a querer aparecer, passo o produto e ele parece que sela a unha! É ótimo!

Ah,  e apesar do produto ser “minúsculamente caro”, rende muito, muito mesmo. O meu daqui a pouco faz dois anos e está na metade. E se você conseguir comprar lá fora, então, aí é negócio certo!

Dica boa pra quem tá com as unhas fracas! Recomendo!

0

O Poder De Um Bom Primer

Por Carol

Primer de olhos, quem sabe o que é??

Primer é um produto que você passa antes da maquiagem, que ajuda na uniformização da pele, absorção das cores e fixação. Pode ser primer de olhos, de boca ou de rosto todo, a função é a mesma.

Eu tenho o primer de olhos da Urban Decay, o Primer Potion. Comprei na Sephora, mas pela internet é bem fácil de encontrar.

Primer Potion Urban Decay

Como funciona: antes da sombra, você passa uma fina camada em toda a pálpebra, tomando cuidado pra não esquecer de nem um pedacinho. Eu passo com os dedos mesmo, acho mais fácil. Em segundos o primer já secou, e aí é só partir pra sombra normalmente.

As cores ficam muito mais pigmentadas, e a absorção da sombra na pele é totalmente diferente. Sabe aquela sombra em pó que faz a maior sujeira? Pois então, com o primer tá resolvido!

Sombras com x sem primer

Passei no antebraço duas sombras, com e sem primer, pra comparar, da esquerda pra direita: sombra MAC com primer, sombra MAC sem primer, sombra Sephora com primer, sombra Sephora sem primer.

Foto com flash

Com flash a diferença fica ainda mais visível. A sombra roxa da Sephora tem brilhos, e sem primer os brilhos ficam soltos, não aderem à pele e se acumulam num cantinho (que, no olho, vai ser naquela dobrinha da pálpebra…). Já com o primer, dá pra ver que os brilhinhos ficam muito melhor distribuídos e bem fixados à pele.

E não é só na cor que o primer faz diferença. A fixação da maquiagem com primer é incrível. Você pode ir praquela festa de arromba e dançar durante horas a fio que a maquiagem vai ficar intacta! Olhem a diferença das sombras depois de colocar o braço embaixo d’água e esfregar um pouco!

Depois de um banho…

Sem primer, a sombra da MAC, mais pigmentada, ainda deixou um vestígio. Já a da Sephora, mais rala, sumiu quase que por completo! Já com primer… Muita diferença, não acham?

Resumindo, um primer é uma aquisição necessária! Não custa muito caro (esse aí custa em torno de $20 lá fora), dura bastante e faz a maior diferença!

0

Pipoca de Microondas Saudável – Dica Rápida

Por Carol

Dica ixperta que peguei com minha amiga Letícia, testei, aprovei e repasso.

Quer fazer pipoca saudável, sem aditivos ou conservantes que as pipocas de microondas possuem, mas sem ter que ficar mexendo milho na panela por 10 minutos? Olha que fácil!

  1. Num recipiente próprio para microondas, coloque o milho, o mesmo que você utiliza pra fazer na panela.
  2. Pra cada xícara de milho, adicione uma colher de sopa de água. Não encuca muito, se você adicionar mais água, só vai demorar um pouquinho mais pra começar a estourar.
  3. Tampe o recipiente com plástico filme transparente e leve ao microondas.

Lembre-se que o milho quando estoura multiplica de tamanho, então não lote seu recipiente de milho que depois a pipoca não vai caber!

O tempo varia de acordo com a quantidade de milho, de água e do microondas. Eu coloquei muito milho e muita água, e foram 9 minutos no micro. Fique por perto e ouça os estouros. Quando o intervalo entre um estouro e outro começar a ficar longo, desligue!

Resultado: pipoca fresca, natural, sem trabalho nenhum e mais barata! Retire o plástico, adicione sal e mande ver!

Curtiram?