0

Pra Rir Um Pouco

Por Mães Que Agem

"Com ciúmes porque não a conhece desde que nasceu e eu sim?!"

“Com ciúmes porquê não a conhece desde que nasceu e eu sim?!”

Bom final de semana!

Anúncios
2

Do que os bebês gostam

Por Carol

Responda rápido: qual o brinquedo favorito do seu bebê? Uma bola? Uma boneca? Um bichinho de pelúcia? Um colorido didático caríssimo? Ou será que o brinquedo favorito dele é um controle remoto, um chinelo largado no chão, ou o cabo do carregador do celular, ou o próprio celular? Acho mais provável, viu..

Tenho tentado entender a razão dessa atração tão forte entre bebês e coisas que não foram feitas para bebês! Não tem base, podem ter mil brinquedos coloridos e chamativos ao redor, mas o que o bebê quer mesmo é roer o cabo do carregador que, diga-se de passagem, está ligado na tomada. Ou usar o controle remoto, qualquer um deles, como mordedor ou baqueta de bateria. Ou quem sabe a diversão do momento seja, simplesmente, deletar aleatoriamente e-mails do celular da mamãe (não me perguntem como, mas João já fez isso. Detalhe, o celular não estava com o email aberto.). E quando aquele chinelo imundo vai ser usado como mordedor? Ai…

Querem ver outra coisa que o João AMA colocar na boca? Minhas pulseiras e meu pingente do colarzinho! Gente, sério, como é que um bebê de 6 meses acha um pingente de um centímetro e meio, fino que nem um papel, pendurado no pescoço da mãe, e tem a idéia de ficar mordendo aquilo? Só rindo mesmo.

Então, fica a dica pras mamães de plantão: pensando em gastar seu precioso dinheirinho com um novo brinquedinho lindo e educativo!? Esquece, dona. Pega um controle remoto sem uso lá da sua casa e dá pro baby! A diversão é garantida!

E aí na casa de vocês, qual é o “brinquedo” preferido?

4

Vai começar a papinha – que apetrechos comprar?

Por Carol

Quando o pediatra do João nos disse para começar a dar papinha pra ele, eu fiquei ao mesmo tempo empolgada e com medo. Cheguei em casa, fui logo tratando de pegar todos os utensílios de alimentação que ele tinha pra lavar. Mas aí, de cara, percebi que não tinha nada, e fui atrás de montar o kit alimentação dele. Nesse post vou mostrar pra vocês o que acho importante ter nesse começo:

– Pratinho fundo – no começo, esqueça esses pratinhos de alumínio, chiques, ou os que tem divisão. Bom mesmo é pratinho de plástico fundo, já que a papa é mais molinha. Assim, facilita na hora de manusear a colher e evita que a papinha saia pelas beiradas. Itens que valem a pena ser considerados na hora da escolha são: Vai na máquina de lavar? Tem tampa? O desenho sai quando passar a bucha? Se cair no chão, vai quebrar?

Pratos

– Colher de silicone – A melhor colher pra começar é a de silicone. Ela é toda macia, não machuca a gengiva do bebê no caso de uma batida ou de uma mordida, não esquenta e é do tamanho certinho da boquinha miúda dos bebês. As minhas são essas da Munchkin e eu amo (e o João também), mas existem outros modelos de outras marcas, como Lillo, Chicco, Nuk, etc. Só uma observação: colher de silicone é diferente de colher de plástico! A de plástico é melhor que uma de metal nesse começo, mas a de silicone é melhor ainda. Deixe a de plástico pra depois de 2 ou 3 meses, quando o bebê já souber comer melhor.

colher silicone

– Alimentador – pra estimular a mastigação (e de quebra massagear as gengivas e ajudar na coceirinha dos dentes) sem o risco de engasgo por conta de pedacinhos, os alimentadores são uma ótima opção. Nos EUA são conhecidos como Baby Safe Feeder, e custam 5 dólares em média. Aqui no Brasil custam em torno dos 20-25 reais, e são vendidos em quase todas as lojas de artigos de bebê. Os da foto abaixo são da Munchkin e eu gosto muito. Dou de tudo pro João e fico sossegada.

Alimentador

– Babador – Se não quiser trocar a roupa do bebê a cada refeição, invista num babador. Os melhores são os de plástico, pois é só passar um paninho e estão limpos, e com “coletor de migalhas” em baixo, pra pegar tudo que vai cair. Os que vestem como uma camisetinha, deixando os bracinhos livres, são ótima opção também (esse abaixo foi feito pela Mãe que Age Tarsila! Mito!).

babador1

– Peneira e/ou liquidificador – no começo, além de perigoso, pedacinhos não são bem aceitos pelos pequenos. Então, amasse toda a papinha utilizando uma peneira, ou passe tudo pelo liquidificador mesmo.

– Bucha – aqui é apenas uma observação. Lá em casa, as coisas do João são lavadas por uma bucha que é só dele. Faço isso pra não pegar a mesma bucha que acabou de arear uma assadeira cheia de gordura e passar no pratinho dele. Frescura?

É isso, gente! Viram como não precisa de muito pra começar no mundo das papinhas com o filhote?

2

Frango Desfiado Fácil

Por Carol

Lá em casa João está na fase das papinhas de legumes + arroz/macarrão + carne/frango. Pra não sobrecarregar a Babá e mesmo assim dar uma comidinha fresca pra ele todos os dias, no domingo eu deixo prontas porções de carne e frango e congelo, e aí diariamente a Babá cozinha com os demais ingredientes (porque a carninha eu refogo, pico cebola, alho, etc, enquanto cozinhar é só tacar tudo na panela com água e esquecer.) Eu sou super adepta da praticidade, então a carne eu já compro moidinha, na bandeja. Refogo, sem óleo, com um pouquinho de cebola e alho e fim, guardo nos potinhos individuais. Já com o frango, nunca tive coragem de comprar frango moído – acho estranho. E desfiar frango pode ser um saco, né? Não, minha gente, é muito fácil, olha só essa dica!

Na panela de pressão, coloque o que você costuma usar pra refogar. Coloque um peito de frango inteiro, sem pele, com ou sem osso, e cubra com água. Deixe na pressão por uns 30 minutos (até estar totalmente cozido). Depois de desligar o fogo (e tirar a pressão, não quero ver casa explodindo aí) retire a água e tampe a panela novamente, sem demorar muito pro calor não sair todo. Panela tampada, comece a sacudir! É isso mesmo, exercite os muques, sacode pra um lado, sacode pro outro, e um minutinho depois.. tchanan! Frango desfiado sem trabalho nenhum, prontinho pra papinha do bebê, ou pra uma torta de frango, empada, coxinha, escondidinho ou que você quiser!

Frango1

Se quiser ver a foto ampliada é só clicar nela!

E aí, mudei a vida de vocês com essa dica?

8

Como fazer tranças – Desvendando os mistérios da Rapunzel

Por Tarsila

Brinco de boneca com a Lívia e já estou me profissionalizando no quesito penteado. Desde que ela tinha tufinhos fazia malabarismo capilares. Malabarismo para mexer no cabelo enquanto a distraia pra ficar com a cabeça parada e fazer arte com os fiapos! Tudo junto e misturado. Cantava, contava uma história sem fim e dava uma escova de brinquedo pra mexer também no cabelo das bonecas. Tem que ter muita paciência. Inúmeras vezes quando estava finalizando o penteado, Samuel chegava com uma novidade no quarto, ela virava para o lado e lascava tudo!  Nesses casos, respiro fundo e começo de novo (ou não!).

Vi muitos passos a passos de tranças de raiz no Youtube e fui testando no cabelo dela. Até que uma hora dava certo. Tudo na vida é prática, fazer tranças também. No começo a gente vai fazendo sem entender a lógica do trançando, mas rapidinho a gente pega o jeito e vai inventando penteados. Eu acho bem divertido.

Descobri duas coisas. Primeira, fazer trança com o cabelo seco é melhor do que ele estar molhado. Porque as mechas deslizam com mais facilidade entre os dedos e já vemos como ficará o caimento. Mas tem que ter um gel pra umedecer, uso o da Johnson. Segunda, para tranças de raiz temos dois tipos: embutida e aparente. Para trança ficar embutida passamos as mechas laterais por cima da mecha central. E para trança ficar mais aparente, passamos as mechas laterais por baixo da mecha central.

IMAGEM 3

IMAGEM 2

Notaram a diferença?

Hoje, vou mostrar um penteado com trança que faz muito sucesso! Trancinha de raiz que imita uma tiarinha. Para esse tipo, fazemos uma trança aparente.

Materiais:

IMAGEM 1

Passo a passo:

1 – Com os cabelos secos separo uma faixa de cabelo que usarei para fazer a trança e faço um rabo de cavalo com o restante do cabelo que não usarei. Isso para não misturar os fios e não bagunçar o coreto!

IMAGEM 4

2 – Passo gel na faixa de cabelo separada e já pego o pedaço de cabelo que começarei a fazer a trança.

IMAGEM 5

3 – Separo as três mechas e faço o primeiro trançado, passando as mechas laterais por baixo da mecha central.

IMAGEM 6

4 – Com a ponta fina do pente, separe uma faixinha de cabelo e junte com a mecha que está no meio e dê um trançado. Sempre passe as mechas laterais por baixo dessa junção central.

IMAGEM 8

5 – Continue separando as faixinhas de cabelo e  juntando com a mecha central da trança. Ela vai ficando grudada na cabeça.

IMAGEM 9

6 – Quando acabar a faixa de cabelo que foi repartida, continue a trança e prenda com a liguinha de silicone.

IMAGEM 10

7 – Para finalizar, você pode esconder a ponta da trança com um grampo. Mas para não correr o risco de machucar a cabeça da Lívia, separo uma mecha de cabelo do lado oposto ao que terminou a trança e junto por baixo do cabelo pra esconder o fim da trança e parecer uma tiara.

IMAGEM 11

8 – Pode até colocar com um enfeite e fica assim. Fuefa!

IMAGEM 13

IMAGEM 12

Quando a gente pega o jeito é só correr pro abraço! Mandarei em breve mais penteados que faço com trança!

8

Pra Rir Um Pouco

Por Mães que Agem

E aí, funciona mesmo?!

Birth Control

A mais fofinha e carinhosa forma de controle de natalidade que existe!

Bom final de semana!

2

2 Passos Simples Para Ter Mãos e Unhas Hidratadas

Por Carol

Mãos ressecadas, com as cutículas levantando, pelinha pra um lado, mão áspera pro outro.. não rola, né, minha gente? Um creminho bom duas ou três vezes ao dia e mais uma pomadinha nas cutículas deixam qualquer mão macia e suave! Eu uso, adoro e recomendo um combo ótimo, que ainda por cima é BBB (bom, bonito e barato!): Cera Nutritiva Unhas e Cutículas + Creme para as mãos, ambos da Granado.

Granado

A cerinha é da linha Pink, custa R$ 15,25, é maravilhosa, dura décadas e faz milagres!! Até aquela unha que já venceu a manicure há dias fica parecendo nova com uma hidratação rápida de cerinha. A aplicação é simples e rápida, você passa o dedo rapidinho e esfrega uns segundo em cima de cada unha. Não meleca, a absorção é rápida e o resultado dura bastante.

Já pras mãos, uso o creme de mãos da linha Terrapeutics, disponíveis em 6 fragrâncias diferentes. Tenho os de Lavanda e Benjoim e gosto muito dos dois. Esse creme é ótimo pois hidrata bastante sem deixar a mão melecada, a absorção é muuuuito rápida, e a sensação é de mão aveludada! Além disso, a embalagem é compacta e cabe na bolsa tranquilamente! Custa R$7,75.

O creme deixo um na bolsa e um na gaveta do trabalho. Já a cerinha fica só no trabalho (em casa, à noite, hidrato com Bepantol!), e passo duas vezes por dia.

E agora, qual sua desculpa pra não ter mãos tão macias quanto às de um bebê!?

Ps. A Granado também tem loja virtual pra você nem precisar sair de casa!